Mensagens

A mostrar mensagens de Janeiro, 2013

A arte dos posters (XX)

Imagem
O Sétimo Selo (1957), Ingmar Bergman

Óscar - Melhor Filme

Imagem
Falta menos de um mês para a tão aguardada cerimónia de entrega dos Óscares que se realiza no dia 24 de Fevereiro. Pela primeira vez consegui realizar a tarefa que coloco na lista ano após ano: visualizar todos os filmes nomeados na categoria principal dos prémios da Academia. Devo reconhecer que nesta selecção se encontram alguns filmes realmente competentes e outros que se elevam a um estado de excelência. Claro que penso sempre na possibilidade de trocar alguns destes filmes por outros que não tiveram qualquer reconhecimento mas quanto a isso pouco ou nada adianta pronunciar palavra. Resumindo e concluindo, entrego este "óscar" aos produtores de Amour. Seguem-se os nomeados na categoria principal de acordo com a minha ordem de preferência.
Amour, de Michael Haneke

Em primeiro lugar assumo-me como um fã acérrimo deste realizador. Já visualizei todas as suas obras e esta revelou-se como uma das maiores demonstrações da sua genialidade. O argumento pode aparentar simplicidade…

5 anos depois...

Imagem
Heath Ledger. Actor em progressiva ascensão morre a 22 de Janeiro de 2008 com apenas 28 anos, devido a uma overdose acidental. 5 anos depois recordo-o ao rever na minha memória as representações que ilustram, na minha opinião, o seu expoente máximo como actor.
Brokeback Mountain (2005), Ang Lee
The Dark Knight (2008), Christopher Nolan

A arte dos posters (XIX)

Imagem
Man with a Movie Camera (1929), Dziga Vertov

Amour ao Poder

Imagem
Amour continua a deixar a sua impressão digital por onde quer que passe. Na noite passada arrecadou mais um prémio para melhor filme estrangeiro, desta feita o Globo de Ouro. É com especial agrado que acompanho este percurso de vitórias do filme do austríaco Michael Haneke. Espero que se possa retirar daqui um prenúncio do arrecadar do prémio da Academia.  Não me posso pronunciar quanto a Argo, pois só o irei visualizar dentro de poucos dias. Não há dúvida de que Ben Affleck está em ascensão. A meu ver, tem maiores capacidades por detrás das câmaras. Um dos maiores mistérios perante toda esta corrida aos prémios que tem decorrido nos últimos meses é o reconhecimento da Adele pela música que interpreta para o filme Skyfall. Não me interpretem mal, não tenho nada contra a senhora e acho que tem uma voz bastante boa, mas com os ouvidos bem abertos apercebo-me de que provavelmente compôs a letra da música na sanita. As rimas são desnecessariamente forçadas e revelam tudo menos originalida…

New York, N.Y. (1986)

Imagem
New York, N.Y. ,curta-metragem realizada por Raymond Depardon, exerce em mim uma estranheza um pouco singular. Mas por outro lado, a forma como o travelling é executado fascina-me. Como se fosse um ser que vira as suas atenções naquela noite para a cidade de Nova Iorque. Entra na cidade, desce até ao chão, espreita os movimentos dos vários indivíduos mundanos e volta a subir para de seguida se recolher no seu canto. Um ponto de vista um pouco voyeurista, apesar de não entrar em nenhum compartimento onde se escondem mil e uma vidas. A ponte quase assume um papel de personagem, ao iniciar e encerrar o filme.  Podem ver a curta na íntegra a seguir:

Crítica: Naqoyqatsi - A Guerra Como Forma de Vida

Imagem
Título Original: Naqoyqatsi – Life as War (2002) Argumento e Realização: Godfrey Reggio Música: Philip Glass Montagem: Jon Kane
 “Imagens que vemos diariamente e que se misturam com o enquadramento da própria vida.”, Godfrey Reggio
[Spoilers] Depois de Koyaanisqatsi (1984) e Powaqqatsi (1987), a trilogia Qatsi testemunha o seu término com Naqoyqatsi (2002). Uma trilogia documental que vive na sua essência da sintonia entre imagens e música, da sintonia entre Godfrey Reggio e Philip Glass. O último capítulo do trio inicia-se com um plano progressivamente mais aproximado do quadro de Pieter Bruegel, A Torre de Babel. A multiculturalidade espelhada num quadro. A comunicação nas mais variadas formas. O mundo da internet a ligar continente a continente e a permitir uma comunicação mais alargada. Estamos num milénio em que a manipulação do ser humano é mais acrescida face à ascendência da tecnologia. O ser trabalhado e o ser manipulado. Não deixa de ser interessante que, de entre os três film…

A arte dos posters (XVIII)

Imagem
A Clockwork Orange (1971), Stanley Kubrick

A arte dos posters (XVII)

Imagem
Fargo (1996), Joel e Ethan Coen

Num piscar de olhos

Imagem
"We chop up the poor film in a miniature guillotine and then stick the dismembered pieces together like Dr. Frankenstein's monster. The difference (the miraculous difference) is that out of this apparent butchery our creation can sometimes gain not only a life but a soul as well. It is all the more amazing because the instantaneous displacement achievement by the cut is not anything that we experience in ordinary life."
Walter Murch, In the Blink of an Eye

A arte dos posters (XVI)

Imagem
Django Unchained (2012), Quentin Tarantino

As primeiras mil

Imagem
Em jeito de comemoração pelas primeiras 1000 visualizações deste espaço, deixo aqui uma das epifanias do grandioso Clint Mansell. Este épico que ouço praticamente todos os dias. Aliás toda a sua obra musical roça a perfeição. Esta música em especial pertence à banda-sonora do visualmente estonteante The Fountain (2006) de Darren Aronofsky. Obrigado por este primeiro patamar e prometo ser mais assíduo daqui para a frente.

Brevemente: Críticas ao filme Safety not Guaranteed (2012) e Alps (2011)


Afinal ainda me importo com os Óscares...

Afinal ainda me importo com os Óscares, pois fiquei tremendamente satisfeito ao ver o Amour ser nomeado em cinco categorias. É uma surpresa vê-lo nomeado para melhor filme, visto estar igualmente nomeado para melhor filme estrangeiro. E o Michael Haneke recebe toda a distinção existente, por isso não esperam até 24 de Fevereiro e entreguem-lhe já a estatueta. E igualmente merecida foi a nomeação para melhor argumento original. Fico contente pela nomeação da Emmanuelle Riva pela sua representação estrondosa. Bem como a nomeação da Naomi Watts pelo filme The Impossible e da Quvenzhané Wallis por Beasts of the Southern Wild.  À primeira vista choca-me o The Master não estar nomeado para Melhor Filme, visto o destaque que tem recebido nos vários círculos de críticos nos últimos meses. Ainda não tive oportunidade de ver o filme, por isso não me posso pronunciar sobre a qualidade do mesmo. Não compreendo a total ausência de The Dark Knight Rises nas categorias técnicas.  Vou ali ver mais f…

A arte dos posters (XV)

Imagem
Amour (2012), Michael Haneke

A arte dos posters (XIV)

Imagem
Man with a Movie Camera (1929), Dziga Vertov

Turn Your Phones Off

Imagem
Minutos antes de estar prestes a testemunhar a estreia do filme The Hobbit: An Unexpected Journey, deparo-me com este anúncio bastante original e eficaz. O mestre do suspense a advertir o espectador para desligarem os telemóveis, caso contrário o verdadeiro terror irá instalar-se na sala de cinema. 

A arte dos posters (XIII)

Imagem
Attack of the 50 Foot Woman (1958), Nathan Juran

A arte dos posters (XII)

Imagem
The Man with the Iron Fists (2012), RZA

A arte dos posters (XI)

Imagem
The American Scream (2012), Michael Stephenson

Dezembro em Filmes

Imagem
Antes de mais desejo um feliz ano novo. Por entre as festividades características da época, o tempo que restou foi aproveitado na sua grande maioria com séries, após uma súbita vontade de devorar episódios atrás de episódios. Ainda assim vi uns quantos filmes interessantes para terminar em grande o ano de 2012. Seguem-se os referidos filmes, por ordem de preferência. 
Filme do mês: Nuovo Cinema Paradiso (1988), de Giuseppe Tornatore - 10

Outros filmes visualizados: 
Holy Motors (2012), de Leos Carax - 9/10 Pietà (2012), Kim Ki-duk - 9/10 Beasts of the Southern Wild (2012), Benh Zeitlin - 8/10 The Hobbit: An Unexpected Journey (2012), Peter Jackson - 8/10 Brave (2012), de Mark Andrews, Brenda Chapman, Steve Purcell - 8/10 Alps (2011), de Giorgos Lanthimos - 7/10 Le Révélateur (1968), de Philippe Garrel - 7/10 Safety Not Guaranteed (2012), de Colin Trevorrow - 6/10 The Uninvited (2009), de Charles Guard, Thomas Guard - 4/10 Morangos com Açúcar - O Filme (2012), de Hugo de Sousa - 1/10